Antes de decidir abrir um negócio é preciso considerar diversos pontos para que o empreendimento siga rumo ao sucesso.

Abrir um negócio é o sonho de muitas pessoas, mas antes de dar qualquer passo, o futuro empresário deve estar atento a uma série de cuidados. Uma pesquisa recente da Empresas do Sebrae apontou que três em cada dez novos pequenos empreendedores encerram as suas atividades dentro dos primeiros 5 anos de negócio.

O motivo de vender empresa? Diversos, dentre eles, a falta de planejamento. A mesma pesquisa ainda apontou que cerca de um terço dos fechamentos são microempreendedores individuais (MEI). As micro e pequenas empresas são as que mais abrem as portas, mas também as que mais fecham.

Por isso, se você está pensando em abrir um negócio, mas não quer entrar para as estatísticas acima, as dicas a seguir te ajudarão a começar com o pé direito. Atenção com papel e caneta na mão!

Planejamento é tudo na hora de abrir um negócio

Independente do tamanho do negócio ou se você está abrindo por necessidade ou desejo, planejar-se financeiramente é o primeiro passo de tudo. Além do desembolso inicial, é essencial considerar uma reserva financeira para, pelo menos, os primeiros seis meses para o giro de caixa. Inclusive, também é importante ter em mente que o retorno deste investimento leva, em média, de 12 a 24 meses para acontecer.

Portanto, além de pesquisar o mercado, busque o auxílio de ferramentas, como o modelo Canvas, neste momento. O Sebrae conta com diversas soluções para o sucesso dessa fase inicial. Além disso, não se esqueça de definir o seu público-alvo, ou seja, para quem você irá vender os seus produtos ou serviços.

Passe longe dos erros comuns

Fuja dos principais erros dos novos empreendedores: misturar seus bens próprios com os empresariais, não ter planejamento e fazer dívidas sem previsão de receitas.

O empreendedor precisa estar atento a todos esses quesitos e, principalmente, ao fluxo de caixa. O mesmo é uma ferramenta básica que permite apurar e projetar o saldo disponível para que exista sempre capital de giro.

Outro erro que você deve passar longe é a escolha de um ponto comercial que não condiz com o seu negócio. O ponto comercial certo será crucial para que seu negócio decole. Portanto, considere locais movimentados para além do shopping e lojas de rua.

Por fim, não se pode esquecer de pesquisar muito sobre o mercado no qual se pretende apostar. É preciso entender se o produto ou serviço é aderente ao mercado e fazer as contas. Abrir uma franquia pode ser uma opção, considerando o investimento inicial e o tempo de retorno.

Enfim, abrir um negócio precisa de muito planejamento e, sobretudo, pés no chão. Portanto, siga essas dicas e nos vemos lá no topo!